sexta-feira, 3 de junho de 2016

Colorado na Copa América

A Copa América completa cem anos em 2016 e vai ter uma edição especial, disputada nos Estados Unidos. O Internacional estará representado na seleção venezuela, com Seijas, recém contratado pelo clube. Mas na centenária história da Copa América o Colorado tem muitas outras participações.

A ligação do clube com o torneio continental começou em 1945, com a convocação do ponteiro-direito Tesourinha para jogar o Campeonato Sul-Americano que seria disputado no Chile. O Brasil foi vice-campeão e Tesourinha jogou seis partidas, marcando um gol.
21.01.1945 3x0 Colômbia
28.01.1945 2x0 Bolívia (1)
07.02.1945 3x0 Uruguai
15.02.1945 1x3 Argentina
21.02.1945 9x2 Equador
28.02.1945 1x0 Chile

Tesourinha voltou a ser convocado para o Campeonato Sul-Americano de 1946, disputado na Argentina. Novamente o Brasil foi vice e o craque colorado jogou cinco partidas, sem marcar gols.
16.01.1946 3x0 Bolívia
23.01.1946 4x3 Uruguai
29.01.1946 1x1 Paraguai
02.02.1946 5x1 Chile
10.02.1946 0x2 Argentina

O craque colorado voltou a ser convocado para o Campeonato Sul-Americano de 1949, disputado no Brasil. Nesse torneio Tesourinha tornou-se o primeiro colorado campeão sul-americano, disputando seis partidas e marcando sete gols.
03.04.1949 9x1 Equador (2)
17.04.1949 5x0 Colômbia (1)
24.04.1949 7x1 Peru
30.04.1949 5x1 Uruguai (1)
08.05.1949 1x2 Paraguai (1)
11.05.1949 7x0 Paraguai (2)

Depois de um bom tempo sem ter atletas convocados, o Internacional voltaria a ter representantes no torneio continental em 1963. Para o Campeonato Sul-Americano disputado na Bolívia, o Colorado cedeu o zagueiro Cláudio Danni e o centroavante Flávio. O Brasil ficou em 4º lugar. Cláudio Danni jogou duas partidas. Flávio jogou seis partidas, marcando cinco gols.
Cláudio Danni
27.03.1963 2x2 Equador
31.03.1963 4x5 Bolívia
Flávio
10.03.1963 1x0 Peru (1)
14.03.1963 5x1 Colômbia (2)
17.03.1963 0x2 Paraguai
24.03.1963 0x3 Argentina
27.03.1963 2x2 Equador
31.03.1963 4x5 Bolívia (2)

O Colorado voltaria a ter jogadores convocados na Copa América de 1979, que não teve sede fixa. As partidas eram disputadas em turno e returno, uma em cada país envolvido. O Internacional, que seria campeão brasileiro invicto naquele ano, cedeu para a Seleção Brasileira três jogadores: Falcão (três partidas, um gol), Jair (uma partida) e Batista (quatro partidas). O Brasil ficou em 3º lugar na competição.
Jair
24.10.1979 1x2 Paraguai
Falcão
23.08.1979 2x2 Argentina
24.10.1979 1x2 Paraguai
31.10.1979 2x2 Paraguai (1)
Batista
26.07.1979 1x2 Bolívia
02.08.1979 2x1 Argentina
16.08.1979 2x0 Bolívia
23.08.1979 2x2 Argentina

Dez anos depois, novamente o Internacional tinha um jogador convocado, e seu segundo campeão sul-americano. Taffarel foi convocado para a Copa América de 1989, disputada aqui no Brasil. Em sete partidas Taffarel sofreu um único gol.
01.07.1989 3x1 Venezuela
03.07.1989 0x0 Peru
07.07.1989 0x0 Colômbia
09.07.1989 2x0 Paraguai
12.07.1989 2x0 Argentina
14.07.1989 3x0 Paraguai
16.07.1989 1x0 Uruguai

Em 1991, na Copa América disputada no Chile, tivemos Márcio Santos convocado. O Brasil ficou em 2º lugar e o zagueiro colorado disputou quatro partidas, marcando um gol.
15.07.1991 3x1 Equador (1)
17.07.1991 2x3 Argentina
19.07.1991 2x0 Colômbia
21.07.1991 2x0 Chile

Em 1997, na Copa América disputada na Bolívia, novamente o Colorado se fez presente, mas representado por Gamarra, na seleção paraguaia. O Paraguai ficou em 7º lugar e Gamarra jogou quatro partidas.
11.06.1997 1x0 Chile
14.06.1997 0x2 Equador
17.06.1997 1x1 Argentina
22.06.1997 0x2 Brasil

Na Copa América de 1999, disputada no Paraguai, o Internacional teve dois representantes, por duas seleções distintas. Christian foi campeão pela seleção brasileira, jogando duas partidas. Enciso ficou em 6º lugar com a seleção paraguaia, jogando quatro partidas.
Christian
06.07.1999 1x0 Chile
11.07.1999 2x1 Argentina
Enciso
29.06.1999 0x0 Bolívia
02.07.1999 4x0 Japão
05.07.1999 1x0 Peru
10.07.1999 1x1 Uruguai

Enciso foi o representante colorado na Copa América de 2001, disputada na Colômbia. A seleção paraguaia ficou em 10º lugar e Enciso disputou três partidas.
12.07.2001 3x3 Peru
15.07.2001 0x0 México
18.07.2001 1x3 Brasil

O Colorado voltou a mostrar seu lado “internacional” na Copa América de 2007, disputada na Venezuela, quando foi representado por Vargas, na seleção colombiana. A Colômbia ficou em 9º lugar e Vargas jogou duas partidas.
28.06.2007 0x5 Paraguai
02.07.2007 2x4 Argentina

Em 2015 o Internacional voltou a ter um jogador campeão da Copa América. Mas o 4º colorado campeão não era brasileiro. Aránguiz, defendendo a seleção chilena, foi campeão da Copa América de 2015, disputada no Chile. Ele jogou seis partidas, marcando dois gols. Na decisão por pênaltis, contra a Argentina, converteu uma das cobranças. Geferson também participou do torneio, pela seleção brasileira, mas não disputou uma única partida.
11.06.2015 2x0 Equador
15.06.2015 3x3 México
19.06.2015 5x0 Bolívia (2)
24.06.2015 1x0 Uruguai
29.06.2015 2x1 Peru

04.07.2015 0x0 Argentina

Nenhum comentário:

Postar um comentário